Tradicional Concerto de Natal da Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Tradicional Concerto de Natal da

Orquestra Sinfônica de Santa Maria

e Coro de Câmara UFSM

Andiara Mumbach (soprano)

Jordelei dos Santos (trompete)

Coro de Câmara da UFSM

Orquestra Sinfônica de Santa Maria

Maestro convidado: Marcio Buzatto

No programa obras de: Dmitri Shostakovich, Edward Elgar, Georg Phillip Telemann Pietro Mascagni, Giacomo Puccini, Wolfgang Amadeus Mozart, Georg Friedrich Haendel enre outras.

Data: 05 de dezembro de 2009 (sábado)

Hora: 20h30min

Local: Catedral Diocesana de Santa Maria

Endereço: Avenida Rio Branco, s/n. Centro. Santa Maria – RS

Entrada Franca

Concerto

Todos os anos a Orquestra Sinfônica de Santa Maria faz esgotar a capacidade de acomodações da Catedral Diocesana, com toda a sua grandiosidade e imponência, realizando seu já tradicional: “Concerto Natalino”. Para este ano a direção do espetáculo ficará a cargo do maestro Marcio Buzatto, atual professor de regência da UFSM, convidado para a ocasião. O repertório é composto por clássicos da música erudita, como a “Abertura Festiva”, de Dmitri Shostakovich e a marcha de “Pomp And Circunstance”, de Edward Elgar. Ainda com a orquestra sinfônica completa, o programa traz o “Intermezzo” da Cavalleria Rusticana, de Pietro Mascagni e “O Mio Babbino Caro”, de Giacomo Puccini, esta última com solo da soprano Andiara Mumbach. Uma parte será reservada para o repertório barroco e clássico de Haendel e Mozart, executada pela orquestra em proporções menores, coro e solistas. Neste contexto entra a Sonata Concerto em Ré Maior , de Georg Philipp Telemann, em três movimentos, com o trompetista Jordelei dos Santos. Com o Coro de Câmara da UFSM serão entoados “Laudate Dominum”, de Mozart e trechos do oratório “Messiah”, de Haendel, com coros e recitativos. Completando o concerto, peças natalinas para coro e orquestra darão o tom desta época do ano, em um clima de muita harmonia, esperança e paz. A Orquestra Sinfônica de Santa Maria é dirigida pelo maestro titular Enio Guerra e o maestro adjunto Marco Antônio Pena, ambos professores da UFSM. O Coro de Câmara UFSM está sob a regência do professor Marcio Buzatto desde 2009, e ambos os solistas são egressos do curso de música desta mesma universidade. A entrada é franca.

Orquestra Sinfônica de Santa Maria – OSSM

A Orquestra Sinfônica de Santa Maria foi fundada em 1966, por iniciativa do professor Frederico Richter e J. Pagnot. Originalmente de Câmara e hoje Sinfônica. É um Laboratório de Música que tem como finalidade a prática de música. Atende as disciplinas de Orquestra I, Orquestra II, Estudos de Orquestra (Violino, Viola, Violoncelo, Flauta, Clarinete, Trompete, Trompa, Trombone e Percussão) num total de 12 horas semanais no curso de Bacharelado. Atualmente a Orquestra atende oito turmas, cerca de 40 alunos nos diversos instrumentos, e vem, nestes quarenta anos de existência, desenvolvendo um trabalho de ensaio da música de alto nível, bem como de pesquisa e extensão universitária. Além de desenvolver e divulgar a cultura artístico-musical da UFSM procura permanentemente seu aperfeiçoamento, dando ao músico iniciante uma experiência profissional e musical, preparando músicos que posteriormente vão fazer parte de grandes Orquestras. A Orquestra é mantida por meio de bolsas da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e colaboradores da Associação Cultural Orquestra Sinfônica de Santa Maria. Representa a UFSM em eventos e festividades Natalinas, concertos populares e didáticos, concertos de gala, festivais e outros. Fazem parte da Orquestra: 50 instrumentistas, Maestro Prof. Enio Guerra e Maestro Adjunto: Prof. Marco Antonio Penna

Coro de Câmara UFSM

O Coro de Câmara da UFSM tem a regência do prof. Marcio Buzatto desde maio de 2009 e é fruto de um projeto da coordenadoria do curso de música da UFSM. O coro é composto por alunos de várias ênfases dentro do curso de música, seja bacharelado ou licenciatura.  Através de bolsas de estudos os acadêmicos adquirem contato direto com a programação artística de concerto e a música original composta para coro. O repertório privilegia a música erudita, sobretudo a dos grandes compositores da história da música ocidental, desde o período renascentista ao contemporâneo. O desenvolvimento do repertório se dá “a cappella” e com o acompanhamento de piano, mas o Coro também atua em conjunto com a Orquestra Sinfônica de Santa Maria em seus concertos coral-sinfônicos. A UFSM tem uma reconhecida tradição coral, sendo que o grupo atual tem distante descendência dos antigos grupos existentes na universidade. Dentre eles, possivelmente o mais expoente fora o Coral da UFSM, regido pela maestrina Zobeida Prestes, o qual representou a universidade em vários países. Sob a nomenclatura e formação de Coro de Câmara UFSM desde 2009. O grupo atual conta com 23 cantores e tem o acompanhamento vocal de Andiara Mumbach (aluna do bacharelado em Canto Lírico ). O maestro Marcio Buzatto conduz as atividades, com a coordenação do prof. Amaro Borges (coordenador do curso de música).

Marcio Buzatto, maestro convidado

Bacharel em Regência Coral e em Composição Musical pela UFRGS, com orientação dos professores Vilson Gavaldão e Celso Loureiro Chaves, respectivamente. Frequentou classes de renomados professores na área coral e orquestral em cursos intensivos, como: Daisuke Nagamine (Japão), Osvaldo Ferreira (Portugal), Lanfranco Marceletti (Brasil-EUA), Lutero Rodrigues (SP), Roberto Duarte (RJ-), Ernani Aguiar (RJ), Emanuel Martinez (PR), Manfredo Schmiedt (OSPA-RS), Jocelei Bohrer (UFRGS/RS), Roberto Tibiriçá, Paulo de Tarso (SP), Waldo Aranguiz (Chile), Ana Yara Campos (RJ), Eduardo Fernandes (SP), Vilson Gavaldão, Pedro Spohr, Jorge Preiss, André Lichtler, Lúcia Teixeira, Gisa Volkmann (RS), Elsa Schmolt (Alemanha-Brasil), Linus Lerner (Brasil-EUA), Gilberto Bittencourt, Marco Aurélio Lischt (Canarinhos de Petrópolis-RJ), Ermano Sá (RJ), Francis Delvin (Bélgica) e Emílio de César (Brasília). É professor das disciplinas de Regência e Canto Coral da UFSM, onde conduz o Coro de Câmara UFSM. É regente do Coro da URI-Erechim desde 2005 e já esteve à frente de alguns dos grupos mais expressivos do sul do Brasil, como o Coral Porto Alegre, o Madrigal do Departamento de Música da UFRGS e o Coral da UFRGS.

Dicas e partituras do Showbiz Grátis

Deseja receber dicas e partituras atualizada grátis no seu email. Inscreva-se Abaixo.

Nos respeitamos sua privacidade!

Conteúdo Relacionado