Pergunte ao Musico? Como fazer melhor o uso de seu tempo?

Como fazer melhor o uso de seu tempo para estudar musica
créditos foto: photl.com

Como muitos papéis que você em um dia normal? Tenho aqui alguns exemplo: Sou casado, musico, cuido de cachorros, sou escritor, corredor, editor, cozinheiro, empresário de internet … e por ai vai…

 

Pensando no passado, em minha época de estudante de música,  eu não percebi bem como  era o privilégio de ser capaz que passava horas na madrugada, e só pensava em fazer música. Encontrar tempo para  praticar nunca foi um problema.

 

Após a minha formação a história mudou. Cada ano que passa, inevitavelmente, trago comigo uma nova série de responsabilidades, tanto musicais e quanto empresariais.

 

A história muda na hora  de lutar para ser o estudioso numero 1º imagino só se fazer um estudo por um período de 24 horas, para se tornar um musico de sucesso! Com tão pouco tempo para tocar minha flauta ou soprar meu clarinete, fazer o  necessário para se ter uma carreira e se manter em  um nível profissional! É  fundamental.

 

No mundo real, encontrar tempo para estudar musica,  pode ser um desafio! Quando essas atividades não são  necessárias, e não geram renda em para si. Se você está apegado ao seu rendimento, então  como conciliar todos os seus outros compromissos, você tem que aprender a fazer  cada minuto disponível, praticar resultados de rendimento – ou técnica que muitas das vezes não é ensinado durante o estudo musical.

 

Não é quanto tempo disponível, você tem que é importante! Mas sim o que você faz,  para a praticar  os estudos mais eficiente, em sua agenda muito das vezes  apertada.

 

O que é prática?

 

Imagine que você está fazendo uma xícara de café para você , mexendo com as colheres, então praticar um repertório, fazer execução em torno das notas e variações sobre o Hino Nacional Brasileiro, é fazer dele uma definição de praticar .

 

Praticar também não é repetição mecânica insensata na esperança de que, eventualmente, uma vez repete o suficiente, seu cérebro automaticamente de alguma forma ira “pegar”.

 

A Wikipédia oferece uma excelente definição do que é praticar, vamos ver um pouco aqui: A prática é o ato de ensaiar um comportamento mais e mais, ou a prática de uma atividade e outra vez, com a finalidade de melhorar ou mestria. Para que a prática possar ser eficiente, cada nota, frase de exercício, e a repetição deve ter razão e propósito. Para que isso aconteça, é útil para projetar uma estrutura de base para do trabalho.

 

Estudando por 1-3 horas

 

No entanto muitas horas você tem para se dedicar à sua prática em um dia qualquer – amador ou profissional, é importante que todos os elementos essenciais estão incluídos. É um pouco como apontando para uma dieta equilibrada!

 

Aquecendo o instrumento (5-20 minutos)

Os músicos têm muito que a aprender com o atletismo. Eu não sonho de sair em uma corrida de cinco milhas sem preparar o meu corpo em primeiro lugar. Início de uma sessão prática – que pode ser fisicamente desgastante, e com a música não é diferente.

 

Gentilmente acostumar seu corpo para tocar o seu instrumento ou usando sua voz. Você pode executar escalas cromáticas, tocado ou cantado na velocidade é impressionante, mas seu corpo é susceptível de mostrar o que ele acha dessa estratégia com a tensão crônica futuro e distensão muscular.

 

Escalas e arpejos (10-40 minutos)

 

Eu os desafio a encontrar um músico que adora praticar esses pilares de uma técnica fluente!  Esta seção de sua prática pode ser tão chato como  qualquer outra coisa e muitas das vezes evitado por alunos, mas você vai me agradecer um dia como você brilhar sem esforço através da leitura visual e recitar passagens virtuoso com um floreio.

 

No entanto, não acho que você tem que tocar cada única escala, arpejos, e variação a cada dia. A resposta é a macro e micro-ciclo mensal e semanal.

Escolha uma articulação única ou se curvar, dinâmica, ritmo e velocidade e a velocidade de cada mês, então opte por uma armadura de clave de uma semana para incluir todas as variações – grandes, os menores, terços, quartos, etc.

 

Estudo ou estudar (15-30 minutos)

 

Essas pequenas joias de que parece um trava-línguas para os musicos, são projetados para ajudar a você a aperfeiçoar um aspecto de sua técnica. Preste atenção na parte de sua técnica que eles estão tentando desenvolver. Se é mais limpo articulação ou controle da respiração, contraste dinâmico ou rapidez, a sua motivação será reforçada por aproxima-lós da mesma forma como faria repertório então não esqueça de interpretação e expressão!

 

Repertório (30-90 minutos)

 

Esta é a recompensa para toda a disciplina sobre o seu material técnico. Se você for como eu, é claro que você prefere passar o tempo todo em pedaços. Basta lembrar que sem o trabalho técnico, o tempo gasto em aprender as notas na ordem certa é muito exagerada. Vou falar mais sobre os detalhes da prática de repertório em uma próxima matéria.

 

Dicas gerais

 

Não se esqueça de levar em consideração 15 minutos pausas a cada hora. A ideia é fazer algo completamente diferente. Para  máxima eficiência, eu recomendo que você use esses pequenos pedaços de tempo para executar trabalhos temporários, como fazer uma chamada de telefone, enviar um e-mail ou dar uma olhadinha em seu  Twitter.

 

Permitir tempo para configurar e estabelecer o seu instrumento se for o caso e resolver sozinho em seu espaço para prática.
Dependendo de qual instrumento você toca, não cometa os mesmos erros em sua  prática. O resultado é muitas vezes um desempenho obsoleto e você certamente acabará por pagar com dores físicas e dores de emocionais.

 

Menos horas para prática constante, é muito mais eficiente do que infrequentes maratonas longas e pânicos! Poucas semanas antes de um evento.

 

Construir em flexibilidade

 

Eu prefiro trabalhar minha prática Indo e voltando “back-to-back” e, de preferência na parte da manhã. Isso significa que eu só tenho um set-up e set-baixo. Dito isto, por que estou muito consciente que a vida real não é assim e vamos enfrenta-ló, uma das alegrias de ser musico e com flexibilidade.

 

Ao longo dos anos eu aprendi que estou no meu trabalho mais eficiente com tão pouco tempo. Pela minha prática, se não consigo voltar para trás horas divididas em 15 minutos de intervalo a cada 60 minutos, vou dividir a minha três horas em duas metades 1,5 horas – AM. Entre esses eu poderia ter uma consulta médica, um campo de chamada de conferência em um fuso horário diferente ou cumprir um prazo para um escritor.

 

Meus projetos de escritor são os melhores produzidos na noite – talvez os copos de Rioja ajudar o fluxo criativo? Digo isto, estou bem preparado para um desempenho no clarinete a noite ou à tarde sessão de gravação como tudo o que tenho a fazer é ré-organizar meu blocos de tempo de forma adequada.

 

Não cometa o erro de mais estudos. Deixe espaço para respirar e para os imprevistos, como a sua máquina de lavar roupas quebra, uma viagem de emergência ao dentista ou uma carta que chega às suas necessidades de atenção as urgente. Se você acha que um projeto vai levar X horas para completar, acrescente sempre 25% do tempo extra.

 

Você pode encontrar Mind Tools um recurso útil gerais sobre gestão de tempo e lembre-se: Viver a vida sem um plano é como assistir à televisão com alguém segurando o controle remoto “- Peter Turla. Experimente e use o que funciona para você.

 

Por: Marion Harrington, é um Americano clarinetista clássico e autor da motivação para os músicos que acham que tempo é o motivo de não estudar música  via: freelanceswitch

Dicas e partituras do Showbiz Grátis

Deseja receber dicas e partituras atualizada grátis no seu email. Inscreva-se Abaixo.

Nos respeitamos sua privacidade!

Marvio Rocha

<p>Nos somos um site apaixonado por música. Compartilhamos a arte de exprimir sentimentos através do som a mais de 9 anos. Junte se a nos!</p>